Bicuda Ecológica

Em defesa da Serra da Misericórdia

Histórico

1995 -Início da Luta pela Serra da Misericórdia - Vila Kosmos

1995 -Início da Luta pela Serra da Misericórdia – Vila Kosmos

A Bicuda Ecológica, uma organização não-governamental sem fins lucrativos, fundada em 1998, é uma Instituição que defende a proteção e conservação do meio ambiente, utilizando veículos de comunicação comunitária à conscientização da população ao exercício da plena cidadania. Desde sua criação, vem chamando atenção das autoridades para necessidades de maiores investimentos na Serra da Misericórdia.

Contudo, antes disso, ela faz história no espectro de parcela de moradores da Zona Norte do Rio de Janeiro. Sua história começou após a realização da ECO-92 na cidade do Rio de Janeiro e as deliberações da Agenda 21, o movimento social local e professores das Escolas Municipais próximas à Serra da Misericórdia – Vila Kosmos – Rio de Janeiro – RJ, desenvolvem em parceria ações visando a transformação do nível de consciência da comunidade em relação ao meio ambiente e, por conseguinte, a melhoria da qualidade de vida dessas pessoas.

02-1996 - Primeira transmissão da rádio bicuda

1996 – Primeira transmissão da rádio Bicuda

A Rádio Comunitária Bicuda FM 99,3 MHz surge, em 1996, para auxiliar o movimento ambientalista na região. No entanto, essa iniciativa vem colada a outra luta, tão árdua quanto esta, que é a luta pela democratização dos meios de comunicação. A desobediência civil – respaldada pela Constituição brasileira – cresceu muito rapidamente em todo o Brasil, e centenas de rádios de baixa potência, que se auto denominaram comunitárias, surgem.

03 - 1996 - Posse simbólica da Pedra Bicuda

1996 – Posse simbólica da Pedra Bicuda

Também em 1996, a atuação do movimento se intensificou junto ao Ministério Público. No dia 25 de agosto, convocados pela Rádio Comunitária Bicuda FM, moradores e simpatizantes fizeram a posse simbólica da Serra da Misericórdia, com a colocação de uma faixa na Pedra Bicuda.

04 -2002 - Projeto Gaia - Cecília Meireles

1997 – Projeto Gaia – Cecília Meireles

Em 1997, apesar da entrega de uma carta manifesto ao prefeito que deu origem ao processo de criação da Área de Proteção Ambiental e Preservação Urbana (APARU) da Serra da Misericórdia e da consolidação da Rádio Comunitária Bicuda, o movimento popular não atingiu as metas estabelecidas. Após essa avaliação, concluiu-se que a rádio cumpriu o seu papel de informar, entretanto, não foi suficiente para transformar a indignação em ações práticas.

05-1998 - Seminário de lançamento da ong Bicuda Ecológica

1998 – Seminário de lançamento da ong Bicuda Ecológica

No ano seguinte, o movimento cresceu, trazendo novas demandas. A ampliação da base de atuação, busca de novas parcerias, domínio de conceitos técnicos, reconhecimento legal eram algumas dessas demandas. No dia 1º de agosto de 1998, foi fundada a organização não governamental Bicuda Ecológica.  A Entidade é a personalidade jurídica que faltava ao movimento ambientalista local, já que a Rádio Bicuda não cumpria este papel.

Como demonstração de compromisso com a sociedade civil local e na busca pela conscientização para preservação e conservação do meio ambiente, em dezembro de 1998, foi realizado um Ciclo de Palestras com a participação de parlamentares, sindicalistas, poder executivo municipal, ministério público e membros da sociedade civil organizada para debater temas ambientais.

06 - Carta em defesa da Serra da Misericórdia

Carta em defesa da Serra da Misericórdia

Em 19 de agosto de 2000, foi promovido, em conjunto com outras ONG’s, um seminário sobre a Serra da Misericórdia, visando socializar os conhecimentos e preparar uma ação mais densa sobre o poder público com a expectativa da criação da APARU. A iniciativa contou com a presença de membros das ONG’s: Bicuda Ecológica, Verdejar, Os Verdes, Baía Viva, Cepel, e de representantes das escolas Colégio Curso CPMI e Escola Municipal Cecília Meireles.

No ano de 2000, a Bicuda Ecológica em conjunto com a Escola Municipal Cecília Meireles levaram 10 turmas de adolescentes para visitação e aulas de campo na Serra da Misericórdia.

07 - 2000 - Decreto APARU - Pref Luis Paulo Conde

2000 – Decreto APARU – Pref Luis Paulo Conde

Em 14 de novembro de 2000, o Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, Sr. Luiz Paulo Conde, assinou o decreto municipal Nº 19.144 criando a Área de Preservação Ambiental e Recuperação Urbana (APARU) da Serra da Misericórdia.Trata-se, sem dúvida, de uma vitória do movimento cidadão, preocupado com o futuro do planeta.

08 - Educação Ambiental na Serra da Misericórdia

Educação Ambiental na Serra da Misericórdia

O ano de 2001 foi pródigo em atividades. Foi desenvolvido o projeto GAIA NÃO PODE ESPERAR, com apoio da FASE (Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional). O projeto consistiu na aproximação de escolas públicas e privadas e outros grupos organizados da região, levando informações sobre meio ambiente e convidando-os a visitarem a Serra. Esta iniciativa incentivou a Escola Pio XII a desenvolver internamente um projeto sobre a Serra da Misericórdia. Mais de 300 jovens foram levados para conhecer a Serra e o plantio de mais de 200 mudas de árvores no mês de outubro.

09 - 2002 - Espaço Jovem Internet Gratuita

2002 – Espaço Jovem Internet Gratuita

Em 2002 concretizou-se a implantação de 02 projetos na área de informática: o primeiro contou com o apoio do Comitê pela Democratização da Informática (CDI). Membros da comunidade tinham aulas de informática em cinco computadores; o segundo, em parceria com a ONG Comunitas, através de seu projeto REDE JOVEM, eram disponibilizados cinco computadores de última geração com acesso à Internet banda larga para uso gratuito da comunidade; além de desenvolver o projeto PONTOCOMSAÚDE, financiado pelo Ministério da Saúde e UNESCO, através do Programa Nacional de Combate as DST/Aids.  Neste ano, a Rádio Bicuda FM recebeu um grupo de africanos para conhecer  o Projeto Ponto Com  Saúde e concedeu uma entrevista ao vivo.

10 - 2002 - Ponto com Saúde no Estúdio

2002 – Ponto com Saúde no Estúdio

Ainda em 2002, foi realizada a Primeira Ecofeira da Vila da Penha em comemoração a Semana do Meio Ambiente, ocupando a praça pública com uma exposição sobre meio ambiente, arte e cultura, culminando com um show com artistas populares. O evento contou com diversas barracas das escolas públicas e privadas, artesãos e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro. Esse evento ocorreu nos dois anos seguintes.

11 - 2ª Ecofeira - 2003 - Escola Miguel Ângelo

2ª Ecofeira – 2003 – Escola Municipal Miguel Ângelo

Em 2004, a Bicuda Ecológica promoveu uma grande passeata para comemorar os 04 anos da APARU. Na ocasião, mais de trezentas pessoas subiram a Serra da Misericórdia para participar de palestras ao ar livre e poder apreciar a Baía de Guanabara. O encerramento deste evento foi realizado na sede da organização com uma grande mesa de frutas, sanduíches, sucos e refrigerante.

12 - 2005 Despoluição do Rio Quitungo e implementação do Parque Jardim do Carmo

2005 Despoluição do Rio Quitungo e implementação do Parque Jardim do Carmo

Em junho de 2005, a Bicuda desenvolveu a campanha de mobilização da sociedade local com a participação da Associação de Moradores do Jardim do Carmo, para implementação do Parque Jardim do Carmo como opção de lazer para a comunidade do entorno do mesmo. Na oportunidade, foi produzido um abaixo-assinado para ser entregue às autoridades municipais. No mesmo mês, a Bicuda promoveu uma mobilização da população dos bairros adjacentes ao Rio Quitungo para alertar o poder público da existência de despejo de esgoto ao longo do rio e exigindo providencias das autoridades municipais e estaduais. Na ocasião, o abaixo-assinado recolhido foi entregue à Prefeitura e ao Estado.

Neste ano, a Bicuda foi eleita para coordenar por dois anos a região do município do Rio de Janeiro – Regional / Rio – da Assembléia Permanente das Entidades em Defesa do Meio Ambiente (APEDEMA / Rio); indicada para participar numa vaga destinada a sociedade civil no Conselho Municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, mantendo-o até o início de 2012; eleita para participar da II Conferência Nacional de Meio Ambiente (II CNMA), realizada em Brasília; e eleita como representante da Região Sudeste no Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA).

No início de 2008, a Bicuda Ecológica foi convidada a abrir a II Feira de Inovações Rede Sociedade Solidária juntamente com o Dr. Richard Jordan, representante da Organização das Nações Unidas (ONU) e o diretor do Centro de Informações das Nações Unidas para o Brasil (UNIC-Rio) Giancarlo Summa na Legião da Boa Vontade (LBV). Neste ano, a Bicuda participou da III Conferência Nacional de Meio Ambiente como delegado nato entre os dias 07 e 10 de maio.

13 - 2008 - Construção do novo estúdio da Bicuda FM

2008 – Construção do novo estúdio da Bicuda FM no bairro de Vaz Lobo

O ano de 2008, também será emblemático para a história do movimento ambientalista da Região da Leopoldina, pois foi publicada no Diário Oficial da União a autorização provisória de funcionamento da Rádio Comunitária Bicuda FM 98,7. Esta autorização sob nº 000010/2008-RJ – ZYU204 contribui ao fortalecimento da mobilização social e interlocução com a sociedade civil. No dia 23 de abril de 2009, a Rádio Comunitária Bicuda FM 98,7 MHz inaugurou seu novo estúdio e reiniciou sua missão na busca pela promoção da educação ambiental, da democratização da comu-nicação e da cidadania.

14 - 2009 - Medalha Pedro Ernesto - Bicuda Ecológica concedida pelo vereador Eliomar Coelho PSOL

2009 – Medalha Pedro Ernesto – Bicuda Ecológica concedida pelo vereador Eliomar Coelho, PSOL

A Rádio Comunitária Bicuda FM 98,7 MHz privilegia a música popular brasileira, busca a participação da comunidade na produção da programação e a melhoria da qualidade de vida da população. Uma das principais atribuições das rádios comunitárias é promover a comunicação entre os moradores do bairro.

Como reconhecimento dos serviços prestados à sociedade civil a Câmara dos Vereadores do Município do Rio de Janeiro entregou o Conjunto de Medalhas de Mérito Pedro Ernesto, no dia 21 de outubro de 2009, pelo comprometimento com a busca da cidadania e melhor qualidade de vida.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

2010 – Debate sobre o Transcarioca, em Madureira

No mês de agosto de 2010, através da Rádio Comunitária Bicuda FM 98,7 com apoio do Jornal Bicuda Notícias, a Instituição mobilizou a sociedade civil local para discutir o corredor expresso, denominado Transcarioca (T5) que ligará a Barra da Tijuca a Penha. O encontrou foi realizado no Instituto de Educação Carmela Dutra, em Madureira, no dia 07 de agosto. Nessa reunião, os participantes deliberaram que a Rádio Comunitária Bicuda FM 98,7 poderiam ser um pólo receptivo de informações interessantes à comunidade atingida pela obra.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

2010 – Moradora de Madureira falando das desapropriações

A partir do mês de setembro desse ano, a Bicuda Ecológica e a Rádio Comunitária Bicuda FM 98,7 se juntaram ao movimento cultural local de pessoas interessadas em preservar e promover o tombamento histórico do Cine Vaz Lobo, inaugurado em 1940 com 1.800 lugares. O cinema foi fechado em 1982 e está correndo risco de ser derrubado por estar no caminho do Corredor Transcarioca.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

2010 -Mobilização na Praça do Carmo, Vila da Penha

No final do ano de 2010, a Bicuda Ecológica foi uma das Instituições convidadas a participar das discussões para implantação do Parque Municipal Urbano da Serra da Misericórdia (Decreto nº 33.280, de 16 de dezembro de 2010) com extensão de aproximadamente 290 hectares, englobando o Complexo do Alemão, Complexo da Penha e alcançando a Pedra Bicuda, em Vila Kosmos. É a primeira sinalização concreta do poder público municipal em utilizar boa parte da Serra da Misericórdia como área de lazer e preservação da Serra, desde que a sociedade civil organizada iniciou suas ações em defesa do Maciço da Serra da Misericórdia

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

2011 – Presidente da Bicuda Ecológica recebe Moção

Em junho de 2011, a Bicuda foi lembrada pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro por ocasião das comemorações da semana do meio ambiente. A Instituição recebeu uma Moção de Congratulação “pelo relevante trabalho na luta pela preservação e recuperação da região da Serra da Misericórdia” e outra Moção de Congratulações e Aplausos por “está comprometida com os direitos das futuras gerações, voltada para os grandes assuntos contemporâneos, que reocupam a humanidade e sua viabilidade. Apresenta um histórico pela mobilização da sociedade e sua capacitação, estimulando a cidadania socioambiental”.

18 - 2011 - Canja da Bicuda

2011 – Canja da Bicuda

No dia 07 de setembro de 2011, a Bicuda Ecológica e a Rádio Comunitária Bicuda FM 98,7 promoveram o Canja Musical Bicuda (Voz e Violão) para o lançamento oficial da transmissão da Rádio Bicuda na internet e da Rede Social Bicuda. A iniciativa teve como objetivo apresentar sua rede e fomentar debates sobre cultura, meio ambiente, democratização da comunicação e promoção da cidadania nesta página virtual. O evento foi prestigiado por ouvintes, amigos e muitos cantores, que deram uma canja durante o encontro.

19 - 2012 - Entrega de brindes às mães nas ruas de Vaz Lobo

2012 – Entrega de brindes às mães nas ruas de Vaz Lobo

Em 12 de maio de 2012, a Rádio Comunitária Bicuda FM 98,7 e a Bicuda Ecológica na expectativa de se aproximar cada vez dos ouvintes de Vaz Lobo, realizaram uma comemoração em homenagem às mães do bairro com sorteio de diversos brindes durante todo dia. A iniciativa contou com carro de som e sorteio ao vivo. No final do evento, teve um grande sorteio na Praça de Vaz Lobo.

20 - 2012 - Participantes da Caminhada no topo da Serra da Misericórdia

2012 – Participantes da Caminhada no topo da Serra da Misericórdia

Em 03 de junho de 2012, em homenagem a Semana do Meio Ambiente, integrantes da Bicuda Ecológica convidaram os moradores dos bairros adjacentes a Serra da Misericórdia para fazer uma caminhada ecológica na Serra e conhecer melhor a região e sua bela paisagem. O evento teve a participação alguns grupos, além de moradores.

Enfim, em 11 de julho de 2012, a Rádio Comunitária Bicuda FM 98,7 recebeu a outorga definitiva, sendo publicado no Diário Oficial da União (DOU) – seção 1, nº 133, quarta-feira, dia 11 de agosto de 2012. Foram muitos anos, de insistência e articulação política. O movimento ambiental da Leopoldina, Zona Norte do Rio de Janeiro, teve uma importante vitória na luta em preservação e conservação da Serra da Misericórdia e na ,7defesa dos direitos humanos e da cidadania da população.

21 - 2013 - Debate na Universidade de Barra Mansa

2013 – Debate na Universidade de Barra Mansa

No dia 29 de outubro de 2012, a Rádio Comunitária Bicuda FM foi convidada a participar da mesa de debate Mídia, Multiculturalismo e Exclusão na Jornada da Comunicação 2012 na Universidade de Barra Mansa. Nesse even-to, o coordenador Carlos Osório falou do histórico de resistência até o recebimento da outorga de funcionamento e os com-promissos com a população local e as dificuldades financeiras de um veículo de comunicação comunitário.

No mesmo mês, a Bicuda FM participou da campanha nacional de prevenção às chuvas coordenada pelo Ministério da Integração Nacional e da Secretaria Nacional de Defesa Civil. Os programadores da Rádio foram mobilizados para ao vivo ou através de spot’s preventivos, evitar tragédias causadas pelas chuvas de verão. Essa campanha foi intensificada até o mês de abril de 2013. No término da iniciativa,  a Bicuda FM foi certificada pela ação de promoção da segurança e da vida.

21 - 2013 - Curso de radiojornalismo aos programadores

2013 – Curso de radiojornalismo aos programadores

No mês de julho de 2013, a Rádio Bicuda com financiamento da organização não-governamental Brazil Foudation adquiriu novos equipamentos para dar mais qualidade à transmissão da Bicuda FM e também foi construído um estúdio mais moderno. Em contra-partida, a Emissora produz o bloco Frequência Ecológica, onde fala de questões ambientais voltadas principalmente ao ambiente urbano. Esse projeto tem como suporte o blog http://www.bicuda.org.br/fe, onde internautas e comunicadores de rádios comunitárias e livres podem baixar os spot’s educativos para reproduzi-los.

22 - 2014 - Cobertura do carnaval na Intendente Magalhães

2014 – Cobertura do carnaval na Intendente Magalhães, em Campinho

Em novembro, a Rádio Bicuda FM 98,7 em parceria com a organização não-governamental Jequitibá fez um curso de formação de radiojornalismo, edição de áudio, produção e locução aos comunicadores da Bicuda FM. Além da formação dos comunicadores, o projeto possibilitou a aquisição de equipamentos profissionais para equipe de reportagem da Emissora.

A Bicuda FM lançou o “Carnaval do Povão 2014 é na Bicuda FM”. Com isso, a Rádio mostrou mais uma vez a vontade de divulgar as manifestações culturais da região, cobrindo os desfiles das escolas de samba do Grupo de Acesso B, C e D, de 02 a 04 de março, na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Esta iniciativa contou com o apoio das Cervejarias Itaipava, Cristal e Petra. A receptividade dos membros das agremiações foi o ponto forte da presença da Equipe da Bicuda FM na cobertura, já que era a única prestigiando o evento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s